terça-feira, 21 de julho de 2009

Gosto não se discute

O Gael ganhou uma naninha que ele não larga.
A coitadinha (da naninha) fica encardida, maltratada e ele lá agarrado!
Toda vez que tiramos para lavar ele não dorme... sufoco total!

Eu e o papai começamos a procurar outras parecidas (uma substituta nos momentos de limpeza da original) e nada. Liguei na Alô Bebê e me disseram que não estão recebendo mais... E agora?
Até que encontrei no site Abracadabra um modelo parecido. Compramos. Chegou. Arremessou. Continua com a encardida.

5 comentários:

Retrato de Mulher disse...

rsrsrsrs... O importante é o cheirinho da naninha, se lavar o cheiro não é o mesmo e uma nova tbm não tem a mesma textura e o mesmo cheiro. O negocio é esperar essa fase passar.
Ainda que ele é legal ! Eu quando pequena me apeguei ao lençol de casal da cama da minha mãe. Ela teve que cortar o lençol pra eu poder arrastar ele pela casa.
Essa é a parte boa da infancia, eles gostam de coisas que agente não dá a menor importancia, mas que depois viram boas lembranças.
Vou falar igual a minha mãe... "A Filha não esquenta não, antes de casar ele para com isso !!! " rsrsrsrs

Bjs

Valéria disse...

ADORO essas naninhas! Acho tão fofo! A Ju a naninha dela (comprei várias) mas ela gostou mesmo de ... uma fralda!! BEGE. Só dorme com a fralda, mas ela deixa trocar, rsrsrs Bjs

Versos de Mãe disse...

Nanda,
Tudo bem por aí?
Nossa, tava de devendo uma visita, há tempos não passava por aqui.
Difícil essa questão da Naninha, né? mas o jeito amiga é deixar ele com a naninha encardidinha mesmo. Ele escolheu a naninha como objeto de conforto dele.
Logo vai passar tu vais ver..
Deixa ele curtir a naninha enquanto isso. As crianças são muito espertas, inteligentes, manjam logo quando tentamos dar uma enganadinha neles.
Beijos e bom final de semana,
Priscila

Dinho disse...

Eu como pai do Gael queria apenas deixar meu testemunho confirmando a veracidade do amor incondicional do nosso pequeno milagrezinho pela agora estrupiada naninha. Apenas fico impressionado qdo ele tenta engolir a Naninha por completo empurrando a coitadinha goela abaixo. Êta amor bão sô!!!
Tchau, deixa eu agarrar um pouco meu moleque e minha mulher maluca.

Nina Fiuza disse...

Isso é super normal. É o que chamam de "objeto transicional". Dá uma pesquisada pra você ver. Minha filha tem um girafinha desde que nasceu e até hoje (ela vai fazer 5) ela só mama e dorme com a gigi. Eu comprei outras iguais, mas em vez de largar da antiga pra ficar com a nova, ela adotou todas. Hoje eu tenho que carregar cerca de 6 girafas pra onde quer que eu vá.

Leia no meu blog "JOVEM GURU"